Métodos anticonceptivos cirúrgicos

O que são os métodos cirúrgicos para a regulação da fertilidade humana?

Como o seu nome indica, os métodos cirúrgicos são aqueles que requerem urna intervenção cirúrgica. Os mais utilizados são a vasectomia e a laqueação de trompas. Ambos consistem numa pequena intervenção cirúrgica, pela qual se laqueiam as trompas de Falópio da mulher, ou o canal deferente no homem. Desta forma impede-se: na mulher, a progressão do óvulo e, no homem, a saída de espermatozóides, tornando impossível a fecundação.

Qual é a eficácia anticoncepcional dos métodos cirúrgicos?

Pode afirmar-se que, se a técnica foi bem realizada, tanto a vasectomia como a laqueação de trompas. são 100% seguras, garantindo uma absoluta esterilidade.

Os métodos cirúrgicos têm efeitos secundários prejudiciais para o homem ou para a mulher?

Ambos os métodos têm poucos efeitos secundários nocivos. Unicamente convém recordar que os dois provocam normalmente esterilidade permanente e irreversível. Isto quer dizer que, depois da vasectomia ou da laqueação de trompas ter sido realizada, se se quisesse recuperar a possibilidade de ter filhos, isto quase nunca se poderia conseguir: em princípio, ficam estéreis para o resto da vida.

Qual o mecanismo de acção dos métodos cirúrgicos? São anticoncepcionais ou abortivos?

Os métodos cirúrgicos são claramente anticoncepcionais (isto é, não abortivos), pois o que originam é a impossibilidade de união do óvulo com o espermatozóide, e portanto a fecundação.

Os métodos cirúrgicos são muito utilizados?

A pesar dos inconvenientes que a possibilidade de uma esterilidade permanente implica, os métodos cirúrgicos utilizam-se cada vez mais nos países desenvolvidos, de tal forma que se calcula que existem, no mundo, à volta de 170 milhões de mulheres esterilizadas; e mais de um milhão de mulheres e homens são esterilizados actualmente nos Estados Unidos. Em alguns países é o método anticonceptivo mais utilizado.

(in La reprodución Humana y su Regulación, de Justo Aznar Lucea e Javier Martínez de Marigorta)