Contracepção

A pessoa certa no momento certo

Acreditamos que a mulher e o homem são mais do que uma vagina e um pénis. Têm outras faculdades e dimensões (nomeadamente afectiva, espiritual, intelectual) muito interessantes, embora talvez não seja tão economicamente rentável fazer-lhes alusão. Acreditamos que o acto sexual é algo maravilhoso, desde que seja dentro de um contexto de entrega total da pessoa humana, o que implica obviamente algumas gratas “complicações”. Ficamos muito indignados quando as pessoas, com vista à obtenção de dinheiro, são capazes de promover a adulteração de algo tão belo.

APF – Associação para o planeamento da família

Atentemos nalguns factos relativos a esta organização. Em 1919 M. Sanger afirma: “Mais filhos dos aptos, menos dos inaptos; esta é a base do controlo de natalidade” [5] ; em 1920 escreve: “o maior acto de misericórdia que uma família grande [toda a que tivesse mais de dois filhos] pode praticar para com um recém-nascido é matá-lo” [6] ; defende (1921) a necessidade de “criar uma raça de sangue puro” [7], a segregação dos “imbecis e desadaptados” e a esterilização das “raças geneticamente inferiores” [8] (1922); confessa, nesse mesmo ano, que “o super-homem é a finalidade do controlo dos nascimentos” [9]

DIU – Dispositivo Intra Uterino

Quem ouvir falar ou ler sobre o Dispositivo Intra Uterino (DIU), pode ser levado a supor, precipitadamente, que o mesmo tem apenas efeitos contraceptivos. De facto o DIU, amplamente usado em todo o Mundo (cerca de 70 milhões de Mulheres (1),(10)) e com grande incidência na China (1), é um método artificial anti-nidativo e portanto […]

Voltar ao topo