Há razões de carácter demográfico que justifiquem um comportamento matrimonial aberto à vida?

Como anteriormente se referiu, nos países desenvolvidos, e Portugal está neles incluído, existe uma grave implosão demográfica. Como consequência, verifica-se que os actuais índices de fecundidade são inferiores aos necessários para assegurar a renovação das gerações. Por isso, nesta nossa área geográfica, um casal que adopta uma opção aberta à vida, isto é, que tenha […]

Ler tudo